Método Guhan

Como funciona

Uma das coisas que mais atrapalham o estudante de mandarim no incício é a quantidade de informações novas pelo fato do mandarim ser um idioma muito diferente do Português. A primeira coisa é que o mandarim se escreve por ideogramas, e não por letras, logo não possui um alfabeto. A língua chinesa tem uma gramática bem diferente, o que torna a língua bem mais fácil. Não existe conjugação verbal, flexão de gênero ou número, o que por mais que seja fácil, o estudante leva um tempo para se acostumar. E além disso, mandarim é uma língua tonal.

Acontece que a maioria dos cursos de mandarim seguem o mesmo padrão de cursos de outras línguas estrangeiras, se apoiando no mesmo método de ensino. E aprender pronúncia, escrita e gramática tudo ao mesmo tempo faz o mandarim parecer muito difícil.

Observando isso, e com a sua experiência de 10 anos estudando mandarim, Rhuan decidiu em 2018 criar seu próprio método com base em 5 pilares: Ideograma, pronúncia, vocabulário, gramática e prática. A ideia é que você estude mandarim focando no seu pilar mais fraco de acordo com a sua necessidade. Ao mesmo tempo, você primeiro se assegura de conseguir se comunicar primeiro ouvindo e falando e depois, lendo e escrevendo. Afinal, essa é a ordem natural que aprendemos a nossa língua nativa. Ninguém aprende a ler e escrever antes de aprender a falar. e quando aprendemos a escrever, aprendemos com palavras as quais já temos alguma familiaridade. É muito mais fácil aprender a escrever algo que você já sabe quando usar e não tem dúvidas do seu significado.

Portanto, não se preocupe em saber escrever de imediato tudo o que você aprende a falar. Foque em entender a lógica dos ideogramas, depois aprenda a pronunciar os sons, descubra novas palavras, aplique em frases compreendendo a gramática, e por fim, coloque tudo isso em prática de acordo com a sua necessidade. Afinal, é mais prioritário saber perguntar (falando) onde fica o banheiro, ou perguntar por escrito o sobrenome de alguém?


Escolha o melhor curso para você

Mini Curso Básico Intensivo

5 livros exclusivos em pdf
(Textos, grámatica, caligratfia e atividades)
Cronograma passo a passo com o que estudar por dia
Mentoria ao vivo todo mês
Mais de 800 frases gravadas por nativos
45h de aulas gravadas para o novo HSK 1
Grupo exclusivo no Telegram
3 Encontros ao vivo por mês por Discord
Acesso a Todas as Mandarim Lives
Contato do professor para dúvidas
Forum exclusivo
Cancele quando quiser
Plano Mensal
R$365/ ano

Guhan Online Completo

5 livros exclusivos em pdf
(Textos, grámatica, caligratfia e atividades)
Cronograma passo a passo com o que estudar por dia
Mentoria ao vivo todo mês
Mais de 800 frases gravadas por nativos
45h de aulas gravadas para o novo HSK 1
Grupo exclusivo no Telegram
3 Encontros ao vivo por mês por Discord
Acesso a Todas as Mandarim Lives
Contato do professor para dúvidas
Forum exclusivo
Cancele quando quiser
Plano Mensal
R$1678/ ano

Rhuan Cavalcante


Rhuan começou a estudar mandarim ainda no Brasil, se preparando para a maior aventura da sua vida: experimentar a vida em Taiwan. A aventura resultou em 2 anos no país, descobrindo a cultura e desenvolvendo o mandarim.

Ao voltar pro Brasil, Rhuan se encontrou em um ambiente onde poucos falavam mandarim e português, e começou a ensinar português para os chineses, descobrindo assim, o contraste entre as duas línguas e o motivo de tanta gente achar mandarim difícil.

Alguns meses depois Rhuan começou a ensinar mandarim para brasileiros, assim como atuar como guia turístico e intérprete, acompanhando brasileiros à China.

Seis anos depois, formado em administração pela UFBA e com dezenas de alunos, Rhuan abriu sua própria escola de Mandarim, criando uma metodologia inovadora que facilita o aprendizado de quem aprende mandarim através da língua portuguesa.

Hoje, com centenas de alunos, Rhuan tem como missão fazer com que as pessoas aprendam Mandarim de uma maneira simples e prática, alcançando a fluência mais rápido do que ele alcançou.